5 de novembro de 2018

Arteterapia para idosos

A qualidade de vida na terceira idade é um dos temas mais discutidos atualmente. Entre tantas atividades indicadas para a promoção da qualidade de vida para idosos, a Arte tem ocupado um lugar de destaque. Ao produzirmos artisticamente, desenvolvemos nossa sensibilidade e nossa capacidade criativa, muita vezes adormecidas em nós. Por meio do contato com a Arte exercitamos a reflexão e somos conduzidos a um processo de autoconhecimento, ampliando a nossa sensação de bem-estar e, consequentemente, a nossa qualidade de vida.

As sessões de ARTETERAPIA têm por objetivo “estimular o processo criativo, a partir do contato com as linguagens artísticas, em vivências coletivas, promovendo o autoconhecimento e a sensação de bem-estar”.
O processo de trabalho funciona em três etapas, acontecendo todas essas na mesma sessão:

  • Sensibilização: Um tema é abordado por meio da mostra de imagem, audição de música, contação de história ou leitura dramatizada. Tanto as imagens quanto as músicas e os textos são escolhidos cuidadosamente, de acordo com as necessidades do grupo. Apresentam mensagens de felicidade, de bem-querer, estimulam o resgate da memória e projetam pensamentos positivos para o futuro.
  • Criação: É feito o convite para uma produção artística baseada no que foi observado e discutido. A produção pode ser feita a partir do tema explorado ou da técnica sugerida. Neste momento o participante transpõe o que foi apresentado para a sua realidade, atribuindo significado. Não é preciso que ter habilidades artísticas porque o foco não é a técnica e sim a expressão.
  • Reflexão: Cada participante é convidado a falar sobre a sua produção. Neste momento, a fala é instrumento para o resgate de histórias, para a expressão verbal do que antes foi produzido de forma não verbal, levando o participante à percepção do que produziu e do que desejou transmitir.

Nossos encontros têm sido momentos de convivência onde a música, a troca de ideias e a brincadeira marcam presença. Além disso, há o estímulo à criatividade, ao desenvolvimento da expressão por meio da Arte que possibilita que o idoso se conheça melhor. Ao se conhecer melhor, ele melhora a sua autoestima. Ao melhorar a autoestima, amplia a sensação de bem-estar. Ao ampliar a sensação de bem-estar, melhora a sua qualidade de vida. Falando assim pode parecer mágica, não? Mas não é! É Arteterapia!

Cris Mazolla – Arteterapeuta responsável pela Roda de Artes da Vivere Bene, que acontece todas as quintas-feiras, às 15h.

Veja outros posts

5 de agosto de 2016

Artrose

A artrose é uma doença que afeta consideravelmente a qualidade de vida de pessoas idosas. Isso poque se trata de uma degeneração das cartilagens das articulações, que acontece a medida …

8 de fevereiro de 2017

A importância do idoso manter-se ativo

O idoso, devido ao processo do envelhecimento, naturalmente irá modificar a forma ou a intensidade de suas ações, e não necessariamente sem impedido de manter-se ativo. É importante ressaltar que, …

30 de setembro de 2014

Sábado em Família: reserve um tempo especial para quem você ama

Durante um tempo de reflexão entre todas as histórias que ouvimos dentro do espaço Vivere Bene, percebemos algo recorrente entre os filhos dos nossos clientes: a falta de tempo. Todos …