29 de janeiro de 2015

Creche para Idosos

Experimente parar em frente a uma creche ou escola para crianças pequenas, feche os olhos e dedique-se a escutar…
Os sons que vão invadir seus ouvidos são maravilhosos – gritinhos, risadas, às vezes algum choro que logo some perdido no meio de uma cantiga de roda, barulho de rodinhas de carrinhos deslizando pelas calçadas….
E se puder ir mais adiante, olhe por uma frestinha no muro… os rostos vermelhinhos de tanto correr, as expressões de admiração diante de uma nova descoberta, de curiosidade para saber como o brinquedo funciona, de alegria por estar com os amigos.
Cada dia é um novo dia de festa!

Estas experiências muitas vezes marcantes que temos na nossa infância são responsáveis pelo inicio da construção da nossa história.E as levamos na memória pela vida toda. Que tempo feliz!

Mas vamos crescendo, tendo mais necessidades, obrigações , responsabilidades e ambições. Precisamos estudar, ter meios de nos sustentar e mais tarde também nossas famílias, criar os filhos que vieram, realizar nossos sonhos …
Neste turbilhão passamos boa parte da nossa vidas. .
E após esta longa jornada chegamos a uma etapa em que podemos finalmente descansar.

Porque então, não nos darmos a oportunidade de voltar ao tempo da creche, onde tudo era tão colorido e feliz? Onde a cada dia fazíamos novas descobertas e tínhamos tantos amigos?

Esse mundo pode existir sim!
Existem lugares onde podemos conhecer novos amigos ou onde velhos amigos podem ser reencontrados para vivenciar novas experiências. Aquelas, que não pudemos ou não tivemos tempo de vivenciar quando jovens, como pintar, dançar, bordar, cantar, exercitar-se, passear para bater um papo sem hora para acabar…
São espaços preocupados em trazer a alegria que a creche nos trazia quando éramos crianças.

Será que experimento?

Por que não?

Basta você identificar qual o seu desejo! Realizar uma atividade física? Exercitar a mente? Ou simplesmente conhecer novas pessoas e jogar conversa fora?

Existem, além das creches para idosos – caso você não goste dessa opção – diversos serviços especializados para a terceira idade:

Centros-dia: essa é a melhor opção para quem não gosta da idéia de contratar uma “cuidadora” em casa mas que também não tem mais disposição ou condição de realizar suas atividades diárias com autonomia.

Clínicas de reabilitação: se o seu objetivo for exclusivamente melhora física ou fisiológica, ou indicação médica de reabilitação cardíaca ou ortopédica, esta será sua melhor escolha. É a opção mais abundante nas grandes cidades.

Espaços de atividades: existem espaços, como a Vivere Bene – atividades para terceira idade, que, além de oferecer atividades físicas, oferecem atividades lúdicas e cognitivas. Neste local, você poderá trabalhar corpo, mente e ainda fazer amigos e se divertir!

Programas públicos-privados: são atividades oferecidas por grandes empresas ou pelo poder público, semelhante à proposta dos espaços de atividades, mas sem custo com custo muito baixo. O único inconveniente desta opção é a falta de vagas e uma extensa lista de espera, além de turmas maiores e menos exclusividade.

Identifique qual destas opções mais te agrada e dê o primeiro passo para mais uma descoberta!

Nunca é tarde para começar!

Veja outros posts

11 de setembro de 2014

A idade e o Ultraman – reflexões Marise Junqueira

Hoje acordei cedinho, num daqueles dias lindos de primavera. Dia de céu azul pálido e brisa calma. Estava cansada da semana turbulenta que o cotidiano os impõe, ou melhor, que …

9 de outubro de 2014

Idosos e a visão das Cataratas

Na minha idade quando o assunto é Catarata, nem de longe penso nas belezas naturais de Foz do Iguaçu. Estive há algumas semanas atrás na cidade e conheci as Cataratas. …

25 de outubro de 2016

A dança na terceira idade: Socializando!

A dança, quando entrou na minha vida, me trouxe conhecimento. Não falo de conhecimento de passos apenas, mas principalmente de autoconhecimento. Observei que dançar ia além de movimentar uma parte …