8 de janeiro de 2015

Histórias do Parque: academia ao ar livre

Depois de cansar de muito ouvir médicos e principalmente meus filhos, resolvi sair do conforto do meu sofá e da tranquilidade da minha casa e me propus a dirigir até o parque para me exercitar. Admito que tomei esta resolução para ver se “eles” me deixariam em paz.
Parecia que ninguém compreendia que minhas tarefas de casa, como varrer o jardim, colocar o lixo para fora e molhar minhas plantas já eram um bom exercício para alguém da minha idade!

Comecei minhas caminhadas solitárias . Sempre que passava pela academia ao ar livre que existem nos parques agora, via um animado senhor mais ou menos da minha idade, conversando com todas as pessoas que estavam por ali. Resolvi então deixar de lado a minha entediante caminhada e me arrisquei a me aproximar daquele grupo.
Então o animado senhor me disse: ” Venha fazer exercícios amigo! ”
Timidamente eu falei que não sabia o que fazer com aquelas coisas, mas ele se propôs a me ensinar.
Assim inicie meus exercícios . Meu novo amigo era realmente entusiasmado e me incentivava a usar cada aparelho por mais tempo e mais rápido.
Depois de uns dias comecei a sentir dores nas costas que se tornaram insuportáveis. Desisti dos meus exercícios e me entreguei novamente à tranquilidade dos meus dias em casa. Fui ao médico e relatei minha péssima experiência com os exercícios que ele tanto me sugeria que fizesse. Porém ao final do meu relato a conclusão foi que eu não tinha recebido a orientação de alguém capacitado e, daí o motivo de minhas dores.

O resultado desta experiência um tanto infeliz me levou primeiramente a algumas sessões de fisioterapia para consertar o estrago, e depois para um trabalho com um educador físico que me fez descobrir a satisfação e o bem estar que uma atividade física pode nos trazer.
Atualmente faço parte de um grupo de idosos que se reúne três vezes na semana para bater papo enquanto cuida da qualidade de vida, com a prática de uma atividade orientada por uma simpática e atenciosa professora de educação física!

Veja outros posts

8 de outubro de 2014

DEPRESSÃO NA TERCEIRA IDADE: COMO FUGIR?

A depressão é um quadro comum na terceira idade, principalmente entre as mulheres. Muitos fatores contribuem para que o idoso seja suscetível a desenvolver um quadro depressivo. Dentre eles, as mudanças sociais, …

5 de novembro de 2018

Arteterapia para idosos

A qualidade de vida na terceira idade é um dos temas mais discutidos atualmente. Entre tantas atividades indicadas para a promoção da qualidade de vida para idosos, a Arte tem …

17 de abril de 2019

A importância da convivência na terceira idade: como reinserir o idoso socialmente.

O ser humano vive de relacionamentos. Desde o início da vida aprendemos a conviver com outros e, no decorrer da vida, aumentamos essa variedade de conexões pessoais em nosso dia …