23 de setembro de 2014

Por uma família vintage

Por muito tempo utilizei a frase “no meu tempo”. Ela me faz sentir mais velho, pode ser antiga, mas diante das minhas reflexões não são em nada antiquadas.

Lembro do tempo em que meus pais olhavam e eu, mais meus irmãos, sabíamos que aquele era o limite. Com atitudes simples em nossa educação aprendemos a seguir as regras e principalmente respeitar os mais velhos.

Hoje na arquitetura, na moda e em outras frentes da sociedade está em alta o vintage, retrô ou qualquer nomenclatura que de um ar de moderno para aquilo que é antigo. Eu acho isso incrível! É ótimo para reviver os bons tempos.

Entretanto, gostaria que a cultura vintage fosse estabelecida na educação das nossas famílias atuais. Creio que o princípio inerente a educação do meu tempo está no respeito e valorização da família e certamente isso não sai de moda.

Hoje, confesso que toda minha experiência não me deixa entender a relação familiar em nossos dias. É assustador os casos extremos que assistimos com frequência na televisão. Famílias destruídas pela falta de amor e respeito.

Poderia entrar em detalhes no caso Bernardo, Isabella e tantos outras situações extremas que acontecem todos os dias por esse mundo afora. Mas, meu conselho é para cada um olhar a sua volta e cuidar com pequenas atitudes que geram coisas extremas, mas em nosso caso, para o bem.

No alto da minha velhice, minha sugestão é deixar com que a família siga a moda antiga. Com amor, paz e respeito nas mínimas coisas do dia a dia.

Sr. Bene – é personagem fictício que em meio a terceira idade trás reflexões sobre a sua vida e memória

Veja outros posts

18 de abril de 2017

Hipertensão arterial

A pressão arterial refere-se à pressão exercida pelo sangue contra a parede das artérias, com a força proveniente dos batimentos cardíacos emitidos pelo coração. A hipertensão arterial acontece quando esses vasos são …

29 de junho de 2018

O idoso e o bebê

Muitos ainda insistem em tratar o idoso como um bebê, ou um criança, o que podemos chamar de infantilização do idoso. Essa atitude ofende e irrita muitas senhoras e senhores …

24 de julho de 2018

Meus avós

Inúmeros estudos comprovam a importância da presença dos avós na vida de seus netos. A troca de experiências, cada vez mais extremas e distantes, tem um papel fundamental na formação …