14 de janeiro de 2016

Resistência do Idoso

Escutamos muita gente por aí dizendo que seu avô é muito cabeça-dura e teimoso, que sua avó só vai sempre nos mesmos lugares e que não gosta muito de mudar sua rotina…
Acontece que todos nós vamos criando um padrão em nossas vidas, percebendo o que nos faz bem e o que não nos faz…
Aquilo que já é conhecido normalmente é mais confortável e seguro, fazendo-nos sentir mais confiantes e relaxados.

Para ajudar as pessoas que querem convencer seus pais ou avós e fazer uma nova atividade, escolhemos as 5 principais desculpas que os idosos usam quando não querem partir para essa nova rotina e deixamos aqui algumas dicas:

1) É longe
Uma das principais limitações que o idoso enfrenta no seu processo de envelhecimento é a dificuldade de se locomover.
As calçadas passam a não ser adequadas e seguras, junto à falta de equilíbrio e de segurança que o próprio corpo impõe. Além disso, normalmente eles param de dirigir, decorrente de outras alterações físicas, como na visão e audição.
Encontrar um local muito próximo a casa dele, um taxista de confiança, levar seu idoso a um lugar que seja “caminho” da escola do seu filho, ou encontrar um local que disponibilize serviço de transporte, como a Vivere Bene, são algumas soluções para este problema!

2) Incômodo
A pessoa idosa não gosta de dar trabalho para os outros. Ela se sente dependente e às vezes até, inútil. Depender de um filho, por exemplo, para levá-lo a uma aula de pintura, pode muito bem ser um dos principais motivos para ela deixar de querer fazer, por mais que ela venha a se interessar. Com isso elas tendem a se isolar, o que pode gerar problemas ainda mais graves, como a depressão.
Portanto, é importante encontrar uma forma de facilitar a vida de seu pai ou avô, caso ele deseje realizar alguma atividade que lhe interesse!

3) Desânimo
Muitos idosos passam a se isolar socialmente, vindo a apresentar sintomas de depressão. Isso pode acontecer por diversos motivos, desde a mudança de cidade até a perda de um ente querido. Sendo assim, quanto menos ele se conectar e interagir com pessoas, maior a chance desse quadro piorar.
A resistência inicial será muito grande, mas a partir do momento em que ele encontrar um local agradável com pessoas e atividades que lhes proporcione bem estar, a tendência é que não queira mais parar!

4) É muito caro
O idoso tende a comparar preços com o que se cobrava “antigamente”. Sendo assim, passa a não compreender o valor agregado de alguns serviços específicos para sua faixa etária e os benefícios resultantes deste trabalho.
É preciso então mostrar para ele o porquê deste valor cobrado e o que está embutido neste “caro” investimento. Além do mais, estamos tratando do seu principal bem: sua saúde!

5) Fazer exercício dói
Muitas pessoas – e não só idosas – já passaram por experiências negativas quando se trata de atividade física, por exemplo. Falta de atenção, excesso de alunos por professor, despreparo do profissional para trabalhar com determinado público e um consequente tratamento “generalizado” são queixas comuns entre pessoas com mais de 60 anos. A consequência disso é a insatisfação, desmotivação e principalmente, a ocorrência de lesões, que pode causar um trauma ainda maior e mais grave.
Por isso a importância de procurar um Espaço especializado para suas limitações e necessidades!

Se quiser mais dicas, entre em contato conosco através do nosso email contato@viverebene.com.br e boa sorte!

Veja outros posts

18 de novembro de 2016

Conflito de Gerações

Nosso comportamento, como ser humano, está em constante mudança. E a sensação que temos é de que o mundo gira cada vez mais rápido, trazendo novas informações e descobertas todos …

6 de dezembro de 2017

Sarau Literário: O amor

Na última quinta-feira, nossas alunas da Oficina Literária, em uma proposta multigeracional com jovens estudantes da UFPR, sob orientação da psicóloga Regina Célia Celebrone, apresentaram a seus colegas um pouquinho …

28 de outubro de 2014

PROMOÇÃO CARONA AMIGA

A Vivere Bene é um lugar para os idosos fazerem amigos. E para chegar até lá é preciso de uma forcinha. Todas as matrículas feitas no período da promoção recebem …