5 de janeiro de 2017

Um novo ano

Um novo ano se inicia… E com ele começa um novo ciclo em nossas vidas. Para aqueles mais jovens, esses 365 dias podem parecer uma eternidade e demorarem a passar, mas naturalmente se aproveita intensamente cada momento vivido. Já para os “jovens há mais tempo”, este novo ano – dentre todos os que já foram vividos – vem a ser um breve período de novas – ou velhas – experiências a serem suavemente vivenciadas.

Um pouco de história
O “ano novo”, para nós ocidentais, tem origem em alguns anos antes de Cristo, no momento em que o imperador romano Julio Cesar decretou o 1 de Janeiro como o Dia do Ano Novo, mesmo que muitos outros dias, durante a Idade Média, tenham sido também considerados como o início de um novo ano.
Para culturas orientais, a data de início de um novo ano muda de acordo com as fases da lua ou a posição do sol. Na China, por exemplo, o ano novo começa na noite da lua nova mais próxima do dia em que o sol passa pelo décimo quinto grau de Aquário.

Crenças e simpatias
Você já parou pra pensar em quantas promessas e simpatias são feitas no dia de ano novo? Comer doze uvas, pular sete ondas, usar roupa branca são algumas das mais conhecidas “superstições”. Conheça um pouquinho de cada uma delas:

Doze uvas
Na Espanha, as pessoas têm costume de comer 12 uvas à meia-noite, uma para cada batida do relógio. O objetivo é comê-las antes do início do novo ano. Alguns acreditam que a doçura de cada uva prevê como cada mês será. Outros fazem um pedido a cada uva ingerida.

Romã
Sete sementes embrulhadas em uma nota de dinheiro, que deve ficar dentro da carteira até o dia seguinte, prometem atrair riqueza. Além disso, a fruta é símbolo de fertilidade e abundância.

Cores
Quem nunca se pegou pensando com que cor passaria o ano novo? O branco é o “preferido”, mas conheça o significado de cada uma delas:
Branco – paz
Amarelo – prosperidade
Azul – saúde
Verde – esperança
Rosa – amor
Vermelho – paixão
Laranja – energia

Sete ondas
Essa simpatia está ligada à Umbanda e tem como intuito homenagear Iemanjá. Acredita-se que ela, através de sua divindade, nos purifica e dá força para vencer os obstáculos que teremos que enfrentar no próximo ano. Portanto, ao pular as sete ondas, invocamos os poderes de Iemanjá para abrir nossos caminhos para o próximo ano.

Para finalizar… (ou começar)

O objetivo maior desta suave reflexão é nos fazer pensar sobre a real importância do “ano novo” para cada um de nós.
Independente de acreditar ou não em qualquer uma destas crendices, o mais importante está em acreditar que o novo ano trará coisas boas, sejam elas paz, saúde, amor, energia, fertilidade ou esperança.

Que seu novo ano comece cheio de energia e que cada dia seja uma conquista!

Feliz ano novo!

Texto escrito por Alessandra Nunes Lanzoni Privado – proprietária e professora da Vivere Bene – atividades para maiores de 60 anos.

Veja outros posts

13 de novembro de 2014

Dia Mundial da Gentileza

Quem já não experimentou ser mal tratado por um vendedor, recepcionista, professor, familiar, chefe…. A pergunta é: Qual foi sua reação? Nosso impulso é “devolver na mesma moeda “, como …

8 de maio de 2014

Sinal vermelho: descubra quando é o momento de parar de dirigir

Se há algo que preocupa muitas pessoas quando estão chegando à terceira idade, ou entre aquelas que já chegaram, é sobre o período em que precisarão parar de dirigir. Afinal, …

27 de janeiro de 2016

Fortalecimento Muscular

O envelhecimento é definido como o conjunto de alterações fisiológicas que acontecem em nosso organismo no decorrer dos nossos anos de vida. Entretanto, há algumas ferramentas para que possamos retardar …