11 de novembro de 2014

Audição na terceira idade

O declínio da qualidade da audição na velhice é uma queixa muito comum e constante entre os idosos. O que muitos não sabem é que a perda da audição pode ser causada pelos mais diversos fatores e pode vir a desencadear consequências mais graves do que uma “simples perda de audição”.

 
Doenças como diabetes, arteriosclerose, labirintite e hábitos de vida não saudáveis, tais como, tabagismo, má alimentação e stress, são alguns dos fatores influenciadores na audição. Entre os principais sintomas estão: zumbidos, dificuldade de ouvir mais de uma pessoas ao mesmo tempo e escutar vozes mais agudas.

 
O fator mais preocupante da perda auditiva é o isolamento social que ela pode causar. Por não escutar direito, o idoso vai se desligando das conversas familiares e se isolando, fazendo cada vez menos esforço para entender os outros e para ser entendido.

 
Muitos deles são resistentes a utilizar o aparelho auditivo por terem vivenciado más experiências anteriormente. O fato é que o uso do aparelho auditivo requer um período de adaptação e de reabilitação auditiva, assim como fazemos uma reabilitação muscular, quando temos um problema na perna ou nos braços, por exemplo.

 
Fique atento ao seu idoso! Fale alto e pausadamente; tenha paciência ao repetir frases mais de uma vez, e articule bem as palavras! E se perceber que ele está muito repetitivo ou com muita dificuldade de escutar, procure um Otorrinogeriatra!

Veja outros posts

29 de maio de 2018

Cuidados com a gripe

Com a chegada do frio, ficamos mais suscetíveis a algumas doenças. A mudança de temperatura faz com que nosso organismo fique mais sensível e aberto a alguns vírus, como principalmente …

31 de janeiro de 2017

Solidariedade

“Solidariedade é um ato de bondade com o próximo ou um sentimento, uma união de simpatias, interesses ou propósitos entre os membros de um grupo. Ao pé da letra, significa: …

1 de novembro de 2016

Doenças cardíacas

O coração é um órgão vital do nosso organismo. Portanto, devemos nos preocupar com ele tomando os cuidados e dando a atenção que ele merece e precisa! Para isso, pedimos …