18 de outubro de 2016

Dia do Médico

18 de outubro: Dia do Médico. E eu te pergunto: porque você acha que essa é uma profissão tão valorizada e desejada? Por que muito jovens com seus 17 anos tanto almejam essa profissão? Eu tenho o meu palpite…

O médico, por definição (Fonte: Wikipedia) é o profissional que (…) se ocupa da saúde humana ou animal, prevenindo, diagnosticando, tratando e curando as doenças, o que requer conhecimento detalhado de disciplinas acadêmicas (como anatomia e fisiologia) por detrás das doenças e do tratamento – a ciência da medicina – e também competência na sua prática aplicada – a arte da medicina.
Definições à parte, por “intuição”, algo me diz que as pessoas que buscam essa profissão não estão apenas em busca do status que ela os oferece, e sim são guiadas por um desejo maior, de cuidar da VIDA.

A medicina em nossas vidas
Pense bem… desde antes de nascermos já temos um médico acompanhando nossa “vidinha”. Uma gestante faz ecografias com um ultrassonografista e leva o diagnóstico para seu ginecologista, que possivelmente será seu obstetra e trará esse bebê ao mundo. Nesse momento, haverá, além dele, um anestesista e um pediatra na sala de parto, para atender mãe e bebê – e possivelmente o pai…
No decorrer das nossas vidas devemos nos consultar anualmente com cardiologistas, dermatologistas, neurologistas e muitos outras “istas” que estão por aí se preparando para cuidar da nossa saúde.
Aí chega o momento em que os geriatras entram em cena, cuidando detalhadamente de cada função do nosso organismo, de cada sinal de fragilidade que ele apresente, atento a cada medicação que nos é indicada e o em que ela pode nos acarretar de efeitos colaterais… Aqui chega o momento em que, mais ainda do que antes, o médico é mais do que simplesmente um profissional… ele passa a ser o nosso porto seguro, a nossa confiança fora do nosso corpo. E por isso, seremos sempre gratos!

A medicina e a tecnologia
Todos sabemos o quanto a tecnologia vem sendo benéfica à prática médica. Diagnósticos por imagem, exames laboratoriais ultra modernos e medicamentos “milagrosos” são fruto dessa feliz união do conhecimento humano e do avanço tecnológico. E ainda há muita esperança de que a cura de muitas doenças que nos afetam hoje tão diretamente, como o câncer e o Alzheimer, sejam descobertas com toda essa tecnologia aliada à nossa medicina.
Mas nada disso tudo seria “descoberto” sem o trabalho destes grandes protagonistas, os médicos, a frente de pesquisas, tentativas, experiências diárias e muita dedicação e amor pelo seu trabalho.

Por isso, o nosso eterno MUITO OBRIGADO!

Veja outros posts

8 de fevereiro de 2017

A importância do idoso manter-se ativo

O idoso, devido ao processo do envelhecimento, naturalmente irá modificar a forma ou a intensidade de suas ações, e não necessariamente sem impedido de manter-se ativo. É importante ressaltar que, …

4 de outubro de 2018

Atividade física ideal para o idoso

Há muita discussão sobre qual seria a atividade física ideal para o idoso. A verdade é que, a pessoa idosa normalmente possui algumas limitações causadas pelo envelhecimento e, por isso, …

1 de setembro de 2017

A importância da independência em todas as idades

Desde o nascimento, já iniciamos a busca pela autonomia e liberdade. E somos fortemente influenciados por nossos pais,que nos auxiliam a segurar a mamadeira sozinhos, dar os primeiros passos. Somos …